Ransomware: o que é e como evitar
Home » Segurança » Ransomware: o que é e como evitar

Ransomware: o que é e como evitar

Recentemente o país tomou conhecimento de um ataque de ransomware ao STJ, gerando um grande debate sobre segurança digital e proteção de dados.

O ransomware —programa malicioso que sequestra dados e exige resgate para devolvê-los— que atacou o Superior Tribunal de Justiça (STJ)  semana é um velho conhecido dos especialistas em cibersegurança. Trata-se do RansomExx, um vírus que já atacou governos e empresas de outros países.

Uma vez instalado no computador da vítima, ele se espalha pelo sistema até chegar ao domínio que controla toda a rede conectada. Quando chega lá, ele rouba os arquivos do sistema e depois criptografa-os usando algoritmos do tipo AES-256 e RSA-2048, pedindo resgate em dinheiro.

Como todo ransomware, é quase impossível quebrar a criptografia para recuperar os arquivos sequestrados: demanda muito mais tempo do que reinstalar as cópias de segurança (backup) e mais dinheiro do que pagar o resgate.

Os criminosos se valem da expectativa de que as vítimas não tenham um backup de segurança recente ou ameaçam vazar os dados sequestrados se o resgate não for pago.

Ransomware: você está protegido?

O ransomware emergiu rapidamente como uma das ameaças cibernéticas mais perigosas enfrentadas por organizações e consumidores, com perdas globais agora chegando a bilhões de dólares por ano. Adotar uma abordagem unificada de backup ajuda a garantir que você esteja protegido, independentemente de onde seus dados estejam.

dados de ransomware

  • 91% dos ataques cibernéticos começam por e-mails com a intenção de enganar o usuário comumente enviados por ransomware.
  • 71% das empresas alvos de ransomware são infectadas.
  • $10k O valor dos resgates podem chegar a US$ 10.000 por usuário, pagos em Bitcoins não rastreáveis.

Danos globais causados por ransomware

Os danos globais causados pelo ransomware podem chegar a atingir até 20 bilhões de dólares anualmente até 2021.

O ransomware é uma ameaça para todas e principais plataformas operacionais: Microsoft Windows, Linux, Apple iOS e Android.

Os ataques de ransomware estão mais frequentes do que nunca

  • Começo de 2016 – A cada 2 minutos
  • Final de 2016- A cada 40 segundos
  • Final de 2019 – A cada 14 segundos
  • Em 2021- A cada 11 segundos

A GRANDE QUESTÃO: VOCÊ DEVE PAGAR PELO RESGATE DE RANSOMWARE?

As vítimas devem estar cientes que pagar pelo resgate NEM sempre funciona. Alguns atacantes vão continuar a pedir dinheiro após receberem o pagamento de resgate inicial. O processo de descriptografia, se mal implementado, pode danificar os arquivos. O pior é que 20% das vítimas que pagam pelo resgate nunca recebem a chave de descriptografia.

Saiba como evitar ranswomware

  • Fortaleça o acesso físico aos servidores e appliances do Netbackup
  • Dificulte o acesso aos Servidores NetBackup Master.
  • Caminhos seguros de comunicação
  • Proteja os clientes de backup
  • Gerencie os alertas e patches de segurança
  • Teste seus planos de recuperação de desastre
  • Recupere os dados espalhados
  • Execute segurança auditoriais, revisões e treinamentos frequentes.
  • Assegure os sistemas críticos de proteção para o servidor de backup

CLIQUE AQUI E PROTEJA SEU AMBIENTE DE BACKUP

E-book gratuito

Saiba como a Vantix utiliza Inteligência Artificial aliada a Privacy Ops para aumentar a segurança de dados na sua empresa.

Faça o download nosso e-book gratuitamente

Compartilhe esta página:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *