cibersegurança manual completo sobre o assunto
Home » Blog » Cibersegurança » Cibersegurança: O manual completo sobre o assunto

Cibersegurança: O manual completo sobre o assunto

postado em: Cibersegurança

A Cibersegurança é, sem dúvida alguma, algo indispensável para as empresas no que diz respeito ao bloqueio de ameaças digitais.

Afinal, cada vez mais negócios operam armazenando um grande número de dados de clientes dentro da internet.

E tal realidade aumenta consideravelmente o risco de ataques virtuais, com consequências graves tanto para as empresas quanto para seus clientes.

Por conta disso, entender a importância da cibersegurança e como inseri-la adequadamente no funcionamento da corporação é essencial.

Para isso, preparamos um manual completo com todas as informações que você precisa saber para garantir um ambiente seguro contra cibercriminosos. Confira logo abaixo!

O que é cibersegurança?

Cibersegurança (Cybersecurity em inglês) é o termo usado para definir o conjunto de práticas que protegem sistemas, servidores, dispositivos e redes contra invasões digitais.

Segundo uma pesquisa da Fortinet, o Brasil sofreu mais de 8,4 bilhões de ameaças de ataques cibernéticos apenas em 2020.

Em toda a América Latina, o número impressiona ainda mais: foram 41 bilhões de tentativas de invasão digital.

Com empresas, indústrias e governos coletando e armazenando cada vez mais dados pessoais de indivíduos, assegurar que informações valiosas não vazem ou sejam violadas tem sido um desafio indispensável.

Afinal, os danos causados por um ataque virtual são incalculáveis e, em alguns casos, irreversíveis, pois envolvem problemas como:

  • Roubo de senhas e dados bancários;
  • Espionagem;
  • Disseminação de SPAM;
  • Invasão de privacidade;
  • Manipulação de dados.

Nessa perspectiva, trabalhar para aumentar a segurança digital de forma adequada se torna uma obrigação para as empresas.

A boa notícia é que o mercado tem atuado para oferecer opções mais eficientes contra os diversos tipos de ciberataques.

A cibersegurança no Brasil

Segundo o Relatório da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento, de 2017, o Brasil está em quarto lugar entre os países com mais usuários na internet.

Com mais de 120 milhões de brasileiros online, estamos entre os países mais conectados de todo o mundo.

Junto a isso, a população brasileira também passa mais tempo usando a internet.

São 9 horas e 20 minutos por dia, segundo pesquisa do We Are Social em parceria com a Hootsuite, publicada em 2018.

No entanto, apesar de conectados, os brasileiros não são devidamente atendidos quando se fala em cibersegurança.

Com a enorme incidência de crimes digitais, fica clara a necessidade de maior investimento em segurança digital no país.

Aumento da Cibersegurança no Brasil

O tema da cibersegurança tem sido pauta de inúmeras discussões, gerando boas perspectivas de desenvolvimento no País.

Desde a pandemia do coronavírus, o mercado brasileiro está passando por diversas mudanças, com destaque para o aumento do trabalho remoto.

Junto a isso, a vigência plena da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), de 2018, fez com que empresas começassem a buscar por serviços de segurança mais completos.

A maior relevância do tema no Brasil também contribuiu para que a TGT Consult, empresa de pesquisa e consultoria em tecnologia, incluísse o País no estudo global de soluções e serviços de segurança cibernética.

O objetivo principal é examinar o mercado de segurança cibernética de diversos países e gerar relatórios que contribuam para o fortalecimento do setor nas localidades.

Como funciona a cibersegurança?

cibersegurança como funciona

A cibersegurança tem foco exclusivo na proteção das informações contidas nos meios cibernéticos.

Sendo assim, as empresas que oferecem esse serviço são responsáveis por desenvolver e executar soluções que protejam sistemas, dispositivos e redes contra ameaças virtuais e ataques criminosos de hackers.

Para isso, algumas ações são necessárias, como o monitoramento de sistemas para assegurar funcionamento adequado, identificação de vulnerabilidades e atualização contra novos riscos.

Os especialistas em cibersegurança também atuam fazendo o planejamento, implementação, gestão, controle e atualização de medidas de segurança de proteção de dados.

Outro ponto importante para o pleno funcionamento da cibersegurança é o incentivo à cultura de gestão e proteção cibernética dentro das organizações.

Assim, contribuindo para o desenvolvimento e continuidade de medidas de proteção de dados em todo o ambiente online.

A importância da cibersegurança nas empresas 

Com o aumento no número de ataques sofridos por empresas e governos em relação à violação de dados, o tema da cibersegurança tem ganhado mais importância.

É importante ressaltar que, em uma era onde tudo está cada vez mais conectado, desenvolver práticas e mecanismos de defesa contra criminosos virtuais é algo essencial.

Uma vez que as perdas associadas aos crimes virtuais podem chegar a valores estratosféricos, trabalhar na prevenção de ataques e fraudes representa assegurar a lucratividade e integridade intelectual de empresas e instituições.

Qual é a diferença entre cibersegurança e segurança da informação? 

Apesar de semelhantes, a segurança da informação e a segurança cibernética são conceitos com diferentes particularidades.

Enquanto a cibersegurança é voltada para softwares, hardwares e redes, blindando essas infraestruturas contra ataques, a segurança da informação tem um significado mais amplo.

Visto que ela se preocupa com a proteção de todos os dados da empresa, a segurança da informação abrange até mesmo o armazenamento físico de informações e gestão de dados por pessoas.

Por conta disso, as atividades que buscam garantir a segurança da informação passam por regras para transporte de equipamentos até políticas de troca de senhas.

O principal objetivo é garantir a confidencialidade, integridade, autenticidade e legalidade dentro dos negócios.

Quais tipos de ataques virtuais a cibersegurança previne?

Os danos causados por um ataque cibernético são capazes até mesmo de bloquear todo acesso de uma organização ao seu sistema interno.

Em muitos casos, o trabalho de milhares de profissionais é interrompido e os dados e informações armazenados pela organização acabam completamente vazados na internet.

Tais problemas prejudicam a segurança da população e impactam fortemente na credibilidade de empresas, diminuindo seu valor no mercado.

Entre os principais ataques virtuais prevenidos pela cibersegurança, estão:

Malware

O termo Malware, contração em inglês de “Malicious Software” (ou Software Malicioso), se refere a programas que causam algum tipo de prejuízo aos sistemas em que se espalham.

O objetivo de um Malware é gerar danos a um computador, servidor, cliente ou até mesmo rede de dispositivos através de códigos maliciosos.

Alguns dos maiores problemas causados por um Malware são:

Vírus

Atuam se replicando e infectando arquivos e programas de computadores, sendo ativado quando esses arquivos são executados.

O objetivo de um vírus é comprometer sistemas, causar lentidão, corromper arquivos e roubar informações do usuário.

Cavalo de Tróia

Disfarçado de um software legítimo, o Cavalo de Tróia infecta computadores possibilitando o roubo, bloqueio e exclusão de dados.

Worm

Com função semelhante à do vírus, o Worm se autoreplica em sistemas causando falhas e provocando vulnerabilidades em sistemas de informação.

Para isso, no entanto, o Worm não necessita de um programa hospedeiro.

Spyware

Também chamado de Software Espião, esse tipo de malware tem o objetivo de se infiltrar em sistemas computacionais para coletar informações.

Possuindo dois tipos, o Keylogger e o Screenlogger, ele é capaz de armazenas dados digitados no teclado e tirar prints da tela do computador do usuário.

Ransomware

O Ransomware é uma ameaça virtual capaz de roubar documentos, arquivos e informações, tornando-os inacessíveis por meio de criptografia.

Responsável por grandes prejuízos financeiros, o Ransomware apenas libera o acesso da vítima aos seus itens virtuais através de pagamento, geralmente em criptomoedas.

A Vantix oferece segurança fim-a-fim para organizações de todos os tamanhos para evitar ransomware em todos os pontos de entrada.

Nossa solução combina recursos de prevenção, detecção e mitigação líderes de mercado. Conheça-a agora mesmo clicando aqui.

Phishing

O Phishing é uma técnica maliciosa de engenharia social usada para enganar usuários e roubar informações confidenciais, como:

  • Senhas;
  • Informações pessoais;
  • Dados de cartão de crédito.

Para que isso seja possível, os criminosos produzem mensagens e e-mails aparentemente reais.

Por sua facilidade de expansão, o Phishing é uma das estratégias mais utilizadas no ciberataque.

Por meio da semelhança entre o site legítimo, o usuário não percebe a ausência de credenciais e acaba fornecendo seus dados.

Com eles, os cibercriminosos fazem compras indevidas e/ou ameaças às vítimas, seguidas de extorsões.

DDos

Sigla para Negação de Serviço Distribuída (Distributed Denial of Service), o ataque DDos ocorre quando um servidor é intencionalmente sobrecarregado de acessos.

O objetivo desse ataque virtual é fazer uma página específica “cair”, impedindo o acesso de usuários e causando possíveis prejuízos.

Backdoor

O Backdoor é um tipo de trojan que permite que os cibercriminosos acessem e controlem computadores de forma remota.

Nesse ataque, é possível eliminar ou modificar arquivos, enviar e-mails, instalar ferramentas maliciosas e até mesmo executar programas.

Por que investir em cibersegurança na sua empresa? 

cibersegurança por que investir

Nos últimos anos, diversas empresas como Adobe, eBay e Linkedin sofreram com o vazamento de dados dos seus usuários.

Tais incidentes afetam diretamente a imagem dos negócios no mercado, gerando uma maior desconfiança nos seus clientes.

Além da perda de credibilidade possivelmente irreversível, problemas com vazamento de dados também acarretam em diversos processos judiciais.

A seguir, você irá conferir alguns dos motivos pelos quais você deveria cuidar da cibersegurança da sua empresa. 

Proteção e integridade das informações 

Com tantos riscos existentes no ambiente virtual, mostra-se imprescindível o investimento na proteção virtual.

Afinal, os efeitos dos ataques cibernéticos podem afetar seriamente a atividade de uma organização e até mesmo comprometer o futuro da empresa.

Basta imaginar os impactos da perda de acesso a arquivos confidenciais da sua organização, ou até mesmo o roubo e uso de dados financeiros do negócio.

Para as empresas que atuam com um alto volume de armazenamento de dados, a proteção de informações também está ligada ao cumprimento do seu core business.

Assim, preservando a integridade não só da organização, como também dos clientes que confiam na gestão e segurança das suas informações.

Evita perdas financeiras

Ao longo dos anos, os dados têm representado um ativo cada vez mais valioso para as empresas. 

Basta ver o sucesso de empresas como o Google e o Facebook, por exemplo.

Consequentemente, qualquer perda ligada aos dados armazenados pelo negócio representam grandes prejuízos financeiros.

Muito além da base de usuários, os ataques com objetivo de fraude ou obtenção de informações financeiras também impactam diretamente o caixa das empresas.

Isso porque, em geral, o valor exigido para a recuperação desses materiais virtuais é extremamente alto.

E isso, dependendo do porte da empresa, pode acabar extinguindo a sua capacidade de funcionamento.

Com um sistema adequado de cibersegurança, você se previne contra esses danos. 

LGPD

A LGPD, citada anteriormente no texto, obriga as empresas a garantir a proteção dos dados sensíveis a terceiros em sua administração.

O custo de não implementar um modelo eficiente de cibersegurança está estabelecido nas sanções e penalidades previstas na lei, que variam entre R$50 milhões e 2% do faturamento anual.

Portanto, cumprir com a Lei Geral de Proteção de Dados também contribui para evitar perdas financeiras.

Diferencial competitivo 

Sem dúvida alguma, empresas que investem em cibersegurança saem na frente em relação à concorrência. O principal motivo para isso é a confiabilidade em relação aos consumidores e parceiros.

Os negócios dependentes do ambiente virtual, como os e-commerces, precisam proteger seus servidores 24 horas por dia.

Dessa forma, estarão preservando uma imagem segura no mercado, possibilitando o aumento de clientes.

E quando falamos de parcerias comerciais, tal característica tem sido levada em conta por mais e mais empresas.

Afinal, entre duas opções de fornecedores em que apenas um deles possui um robusto sistema de segurança da informação, a escolha se torna óbvia.

Resumidamente, garantir uma infraestrutura de cibersegurança não apenas evita que seus dados se percam, como também assegura sistemas estáveis, disponíveis e sem brechas de vulnerabilidade.

Tal característica pode e deve ser utilizada para influenciar a obtenção de novos clientes e parceiros.

Maior produtividade 

Uma política de segurança da informação impacta diretamente no desempenho operacional da sua empresa.

Isso porque alguns programas maliciosos comprometem diretamente o desempenho de máquinas, sobrecarregando servidores e derrubando sites.

Um outro ponto relevante a ser considerado é o treinamento e conscientização dos funcionários.

Assim, influenciando uma utilização mais segura e assertiva das ferramentas da empresa, evitando a abertura de e-mails maliciosos e acesso a links suspeitos.

Esses são fatores que garantem uma melhor infraestrutura de segurança e processos mais produtivos, gerando grandes resultados para o negócio como um todo.

 

Como escolher as soluções de cibersegurança para sua empresa?

Um equívoco comum a diversos negócios que buscam por soluções de cibersegurança é escolhê-las a partir da popularidade da empresa de segurança cibernética.

O motivo é simples: muitas vezes, apesar de positivas, algumas soluções não são suficientes para suas demandas.

E com isso, apenas oferecem uma falsa sensação de proteção contra ameaças online.

Para ter certeza de que você está escolhendo a melhor solução de segurança de dados para sua organização, é preciso analisar pontos como:

Riscos do negócio

Antes de escolher uma solução de cibersegurança, é preciso se certificar sobre o que é preciso proteger, quais os riscos caso a proteção não funcione e como os invasores podem violar suas medidas atuais.

Isso significa utilizar três avaliações de segurança cibernética, sendo elas:

  • Auditoria de ativos: examina todos os componentes da sua rede e determina os pontos de extremidade da sua rede;
  • Avaliação de risco: identifica o que aconteceria caso alguém obtivesse acesso ao seu banco de dados de forma indevida;
  • Avaliação de vulnerabilidade: avalia o qual protegida sua rede está contra os inúmeros tipos de ameaças cibernéticas.

Depois de todas essas avaliações e análise do relatório fornecido por elas, torna-se muito mais possível ter uma compreensão sólida das suas necessidades.

Permitindo assim que você seja capaz de buscar e avaliar as melhores soluções de cibersegurança para o seu negócio.

Como a Vantix pode te ajudar? 

A Vantix é uma empresa altamente capacitada para oferecer proteção de dados e alta disponibilidade para as empresas de forma estratégica.

Através da Tecnologia de Informação e serviços gerenciados, possibilitamos que você esteja à frente dos riscos que ameaçam seu negócio.

Nossas soluções incluem desde Data Loss Prevention até Smart Assessment. 

Além disso, para empresas que buscam entender se seus controles e infraestrutura de segurança estão adequados, oferecemos Avaliações de Ciberameaças gratuitamente.

Proteja sua empresa com a Vantix clicando aqui.

Conclusão

Agora que você já conhece todos os detalhes sobre cibersegurança, percebe que ela tem alta relevância para qualquer negócio com atuação no meio digital.

Sendo assim, não deixe de investir na implementação dos serviços de cibersegurança mais adequados para o sistema da sua empresa.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.